O que visitar no Parque das Nações em Lisboa

Um dos bairros de Lisboa mais modernos é o Parque das Nações, que tem seu surgimento ligado a um evento muito tradicional: a Expo Mundial. Daí a origem do nome incluir “nações”, já que o evento abarca países do mundo todo.

A região era uma zona industrial abandonada e foi revitalizada em 1998 para abrigar o evento.’

Após a Expo 1998, ao invés de se desmontar tudo, o local permaneceu com todas as instalações e construções e, atualmente, é uma das zonas turísticas de Lisboa onde modernidade e arte estão bem presentes.

O Parque das Nações é um contraste com a velha (no bom sentido) e tradicional Lisboa com a Lisboa moderna..

Tente visitar o bairro em um dia em que o clima em Lisboa esteja bom, pois quase tudo é feito ao ar livre. 😉

Parque das Nações, a Lisboa moderna

Oceanário de Lisboa
O edifício moderno onde está o Oceanário, uma das principais atrações do Parque das Nações

O que ver no Parque das Nações

Estação do Oriente

A região inteira foi projetada para ser apreciada e bem utilizada pelo público, portanto, a locomoção é bem fácil.

A chegada ao bairro, na estação Oriente (estação de trem, metrô e ônibus no mesmo lugar), já faz parte do roteiro.

Chamada também de Gare do Oriente, ela é uma maravilha da arquitetura moderna e chama atenção de longe com seu formato de arcos estilizados feitos de vidro e aço.

Trem em Lisboa

Oceanário

O Oceanário de Lisboa, que fica dentro do parque, é um dos maiores aquários de toda a Europa, então, já dá pra imaginar a imponência.

São diversas espécies marinhas que podem ser observadas no local, que funciona também como instituto de biologia e oceanografia.

  • Funcionamento: Diariamente, das 10h às 19h
  • Custo: 18€ para adultos

Oceanário de Lisboa com crianças

Teleférico

Um meio de transporte criado para facilitar a locomoção na Expo 98, hoje em dia é bem utilizado pelos turistas para conhecer o Parque das Nações.

São cerca de 1.200 metros percorridos em uma altura de 20 metros por cima do Rio Tejo.

  • Funcionamento: De 16 de março a 31 de maio, das 11h às 19h. De 1 de junho a 15 de setembro, das 10h30 às 20h. De 16 de setembro a 26 de outubro, das 11h às 19h. De 27 de outubro a 13 de março, das 11h às 18h.
  • Custo: 5,90 € ida e volta para adultos
Teleférico do Parque das Nações em Lisboa
Teleférico do Parque das Nações ao cair da tarde. Ao lado direito, o prédio do Oceanário.

Pavilhão de Portugal

Assim como todo o Parque das Nações, o Pavilhão foi projetado para a Expo 98, mas a grandiosidade dele fez com que se tornasse um símbolo de Lisboa.

A arquitetura conta com um teto que é em um formato que lembra uma grande folha de papel.

O espaço chegou a ser cogitado para virar museu, mas acabou se tornando parte da Universidade de Lisboa, com um destino ligado à educação, cultura e ciência.

Pavilhão de exposiões no Parque das Nações em Lisboa

Teatro Camões

É um espaço cultural muito associado à dança. O Teatro possui uma arquitetura incrível, com a fachada em vidro e de frente para o Rio Tejo.

Pavilhão Atlântico – MEO Arena – Altice Arena

Ótimo para festivais, principalmente grandes shows de música, o antigo Pavilhão Atlântico e atualmente Altice Arena é outra das construções imponentes presentes no Parque das Nações.

O edifício, que nas mudanças de nome também já foi MEO Arena, é de vidro e metal, em um formato que lembra muito uma nave espacial e é um dos maiores espaços fechados dentro do Parque.

Pavilhão do Conhecimento

Outro dos pavilhões dentro do Parque das Nações que funciona atualmente como um museu interativo.

Exposições e atividades se mesclam ao museu, que tem como foco a exploração e experimentação da ciência e da tecnologia.

  • Funcionamento: De terça a sexta, das 10 às 18h. Sábado e domingo, das 11h às 19h.
  • Custo: € 9 para adultos

Pavilhão do Conhecimento em Lisboa

Homem Sol

Essa atração é na verdade uma grande escultura de ferro. Fica na praça do Parque e é impossível não ser vista de longe.

A estrutura foi criada pelo artista Jorge Vieira, sendo sua última obra antes de falecer, em 1998.

compras em Lisboa

Rossio dos Olivais

Você vai passar pelo Rossio dos Olivais durante o passeio pelo Parque das Nações. Isso porque nada mais é do que a grande avenida que liga os prédios até o Rio Tejo.

O trajeto é pela borda de uma grande piscina “decorada” pelas bandeiras de todos os países que fizeram parte da Expo 98.

Parque das Nações em Lisboa

Horas de Chumbo

Outra escultura que chama atenção é a do artista Rui Chafes.

Horas de Chumbo é uma obra de arte muito interessante em formato de tubos negros, mas que, se olhados de frente, se parecem com dois grandes olhos.

A obra é interativa e muito usada para tirar fotos. Além disso, a estrutura possibilita fazer experiências com o eco.

Cursiva

É uma das esculturas do Parque das Nações, criada pela artista estadounidense Amy Yoes.

De cor verde, a peça são dois grandes “S” cursivos, um maior que o outro, mas de forma espelhada.

Torre Vasco da Gama

Trata-se do edifício mais alto de Lisboa (140 metros de altura) e lembra muito a famosa torre de Dubai.

Não é possível “entrar” nela, mas é um ponto marcante na paisagem do Parque das Nações, juntamente com a Ponte Vasco da Gama, que fica logo em frente e é a maior da Europa, com 17,3 km.

Shopping Vasco da Gama

E aproveitando que está no bairro, não deixe de visitar um dos melhores shoppings em Lisboa, o Vasco da Gama.

Ele fica bem em frente à Estação do Oriente e é praticamente passagem obrigatória para chegar às atrações do Parque das Nações. Além de compras, também poderá aproveitar para comer na sua praça de alimentação, que tem várias opções de restaurantes e lanchonetes.

Shoppings em Lisboa - Vasco da Gama

Como chegar ao Parque das Nações?

A maneira mais prática é ir até lá usando a linha vermelha do metrô de Lisboa e descer na Estação Oriente.

Além disso, ainda entre as opções dos transportes públicos em Lisboa há algumas linhas de ônibus que passam por lá, tais como  o nº 5, 25, 28, 44, 708, 750, 759, 782 ou 794.

Além, claro, de táxi ou Uber, que costumam ser relativamente baratos em Lisboa.

Se quiser economizar em Lisboa, faça as contas e avalie se comprar o Lisboa Card não é a melhor opção para você. Ele inclui acesso gratuito a 23 museus da cidade, além de ser um bilhete que dá acesso ilimitado para o transporte público. Ele está disponível para um, dois ou três dias.

Organizando sua viagem para Lisboa

Hospedagem em Lisboa

Outra coisa fundamental é escolher bem sua hospedagem em Lisboa. Pesquise bastante, porque dá pra achar bons lugares - desde hostels até hotéis boutiques ou de luxo - a preços razoáveis e de muita qualidade.

Para ajudar você a escolher, fizemos o post onde ficar em Lisboa, em nosso outro blog, o Turista Profissional, com dicas dos melhores bairros para se hospedar e sugestões de hospedagens para todos os perfis e orçamentos.

pontos turísticos de Lisboa

Passeios bate e volta a partir de Lisboa

Partindo de Lisboa você pode aproveitar para conhecer diversas cidades lá por perto, pois ha diversas excursões de um dia que vão a uma ou até mesmo a mais de uma cidade no mesmo dia. Sim, é possível.

São cidades como Sintra, Cascais, Fátima, Óbidos, Évora, Serra da Arrábida, Coimbra, Batalha, Alcobaça, Nazaré, algumas vinícolas... Veja algumas opções de passeios abaixo:

 

Endereços importantes e horários em Lisboa

Confira abaixo a que horas abrem e fecham os estabelecimentos em Lisboa para que possa se organizar melhor:

  • Embaixada do Brasil em Lisboa: Estrada das Laranjeiras 144 - funcionamento de segunda a sexta, das 9:30 às 13:00
  • Consulado Geral do Brasil: rua António Maria Cardoso 39 (no Chiado) - atendimento de segunda a sexta, das 8:00 às 15:00
  • Bancos: de segunda a sexta, das 8:30 às 15:00
  • Metrô: todos os dias, das 6:30 à 1:00
  • Farmácias: em geral, de segunda a sexta das 9:00 às 19:00 e aos sábados das 9:00 às 13:00. Nos horários e dias que estão fechadas há sempre na porta uma indicação de qual é a farmácia de plantão 24 horas mais próxima.
  • Shoppings: todos os dias, das 10:00 às 23:00
  • Restaurantes: o almoço costuma ser das 12:00 às 15:00 e o jantar das 19:00 às 22:00

Seguro viagem para Portugal

Viajar sem um bom seguro viagem não dá, né?! Ainda mais para a Europa, onde o seguro saúde é obrigatório.

Mas, pode acreditar que um seguro viagem serve para muito mais do que só problemas de saúde, que aliás, ninguém quer ter. Ele tem vários outros benefícios, como ajudas em caso de extravio ou perda de bagagem, problemas jurídicos, atraso ou cancelamento de voo, entre outros.

Aqui no blog temos uma parceria com a Seguros Promo, e por isso, temo um cupom de desconto, o VIAGEMLISBOA. Basta inserir na hora de fechar o pagamento. 😉

Faça uma cotação aqui!

Seguro Viagem: Europa
GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 22/dia*
TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 54/dia*

Pesquise passagens aéreas baratas para Portugal aqui!

guia de LisboaE não deixe de conhecer também o guia de Lisboa que escrevemos em parceria com o blog Turista Profissional, o “Roteiro de 7 dias em Lisboa e arredores“,  que está cheio de dicas práticas e traz a sua viagem toda planejada dia-a-dia.

COMPRE SEU GUIA AQUI

Boa viagem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here